domingo, 5 de agosto de 2012

Batman Begins

 

batman begins Eu sei que está fora de ordem, mas nem sei porque não escrevi sobre esse filme antes. E com todo mundo ainda falando de Batman - O Cavaleiro das Trevas ressurge, me deu vontade de rever. E na verdade, nem sei o que me fez ver pela primeira vez, já que como eu disse, não sou lá muito fã do Homem-morcego. Deve ter sido por causa da publicidade antes. E Christian Bale, claro. ;D

Este, como o nome indica, conta como Bruce Wayne passa a ser o Batman. Depois de testemunhar o assassinato dos pais, o pequeno Bruce cresce alimentando o desejo de vingança. E para isso viaja o mundo, se infiltrando nas mais diversas gangues a fim de entender a cabeça criminosa (seria mais fácil assistir Criminal Minds, mas ele tem $ de sobra, né, e acho que não tem muito em que gastar). Ele volta brevemente a Gotham para a audiência do assassino, com a intenção de matá-lo, mas a bela Rachel Dawes (Katie Holmes, antes de Tom Cruise entrar em sua vida e proibi-la de trabalhar), amor de infância de Bruce (awnnnn!) enfia um pouco de bom senso em sua linda cabecinha. Então ele desaparece por sete anos, e chega a ser declarado morto.

Rachel

Nesse meio tempo, ele é resgatado por Ra’s Al Ghul, que aprimora seu treinamento e se torna o mentor de Bruce. Enquanto isso, em Gotham, o crime organizado toma conta da cidade, e a polícia se tornou corrupta. É justamente para essa Gotham que Bruce retorna. E com um plano, que ele só compartilha com seu fiel mordomo, Alfred (Sir Michael Caine, excelente), e também com a ajudinha do Sr. Fox (Morgan Freeman), que saca logo de cara a identidade do Homem-morcego.

Wayne   Alfred

O vilão da vez, confesso, não é muito expressivo. Trata-se do Espantalho (Cillian Murphy, lindo, e muito eficiente), que se esconde sob a identidade do Dr. Crane, responsável pelo Asilo de Arkham. Mas ele é só a ponta do iceberg,o peão de  um perigo muito maior ameaça Gotham.

Batman   Gordon

Este filme é o mais chatinho da trilogia, mas é compreensível, já que ele conta tudo desde o começo, e apresenta os personagens. Também não é muito fácil entender o começo, pois há muitos saltos no tempo, e regressões. E também estranhei Gordon ser só sargento no começo. E ao mesmo tempo que Gotham é ameaçada, a Wayne Enterprises também tem seu futuro incerto, pelas mãos de Earle (Rutger Hauer). E falando em participações, destaco também Ken Watanabe, Liam Neeson e um Jack Gleeson novinho, com seus 12/13 anos, bem antes de ser o insuportável  (mas que a gente adora odiar) Joffrey, mas já mandando muito bem na tela.

Little Joffrey 2

O filme também tem algumas reviravoltas e eu acho muito bacana ver tudo começando, a batcaverna. os apetrechos, a roupa, etc. No começo, antes de ver o filme, confesso que fiquei meio decepcionada com a aparência do Batmóvel, mas isso foi só até eu ver o que aquela belezinha faz. Meus deuses, quero um daqueles (se vier com o Christian Bale de brinde, melhor ainda ;D). E gostei do final deixando um gancho para o segundo filme da trilogia (comentários em breve). Um começo ótimo. Confira o trailer:

Beijos e até o próximo post!

12 comentários:

Nadia Viana disse...

Amo esse filme! Assisti várias vezes no cinema e depois mais algumas em casa rs. O Cavaleiro das Trevas tb é ótimo. Estou louca para assistir ao novo filme.
Beijo.

Fefa Rodrigues disse...

Feeee... sabe, vc disse que esse é o mais "chatinho" da trilogia, mas é meu preferido... e eu gostei por isso mesmo, pelo fato de contar tudo do começo, de ver o Wayne com maior cara de tonto no dia da audiência se transformar!! EU sempre assitio esse filme, e nestes dias de estréia do terceiro filme passou em vários canais, e eu assiti mais umas 3 vezes hehehe...

Tbm curto o clima sombrio de Gothan!! E o Espantalho, apesar de meio apagadinho, é totalmente "fora da casinha" né... pq esse é doidão de tudo... bem, resumindo... na minha ordem de preferencia eu curti o 1, o 3, e o 2 ...

Fefa Rodrigues disse...

Ah e só pra constar... esse Cristhian Bale é de matar, né não? E acredita que tem um mocinho aki em Tatui q é a cara dele... heheheh

Fefa Rodrigues disse...

Ahhhhhh esqueci... foi assitir Valente???

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Nádia!

Eu adoro também, e acho o Dark Knight ainda melhor. Também já assisti várias vezes.

Beijos!

Gabi Castro disse...

Bem.. Passei aqui rapidinho, entao nem li a postagem... Depois eu volto e dou toda a minha analise de cineasta amadora kkkkk

Só alguns breves comentários: foi o pior filme dos três (mas não impede de ter sido muitooo bom), não gosto desta Rachel - prefiro a outra - acho-a muito forçada e fraca e Westeros sofre por causa do Batman: COMO É QUE VOCÊ SALVA O JOFFREY SEU CRETINO??? OQ ESTAVA PENSANDO NAQUELA HORA??? (kkkkkkkkkkk)

Becitos, volto logo mais

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

KKKKKKKKKKKKK

Rachei Gabi!

Eu também prefiro a outra Rachel, mas vou comentar qdo for comentar Dark Knight.

Beijos!

Gabi Castro disse...

Bem... Voltei para uma analise mais detalhada...

O que eu realmente estranhei logo de cara no filme é como Bruce descobriu a batcaverna. Reza a lenda que ele corria pela chuva durante o funeral de seus pais com um livro quando de repente caiu.
Neste filme ele corria com a fofinha (troque por nojenta) Rachel... O que, apesar da minha pouca idade na época, achei uma ideia muito tosca (agora, entretanto, acho tudo de bom já que virei uma fã do diretor Christopher Nolan - uma fã mediocre, admito, pq não conheço nem a metade de todos os filmes dele... mas admiro os que
eu já assisti;D).

Depois ficou aquela do vai-e-volta no tempo, que me aborreceu (como acontece com a maioria das crianças daquela idade). A proposta era boa... Mas podia ser um pouco menos, uma coisa mais focada... Porém depois ele pega a corrente e segue rio acima.

O resto do filme foi satisfatório. Não foi tãããão empolgante quantos os outros dois, mas tiveram cenas de ação muito boas e tensão suficiente com os clássicos "Nossa!", "Bate nele, Batman", "Sai dai Rachel" e blábláblá.

Quanto a trilha sonora... Bem, não foi grande coisa (ainda em comparação aos outros dois filmes e outros filmes em que Hans Zimmer trabalhou). Não sei pq, mas senti falta de algo... Talvez algo mais rápido e batidas mais fortes (muito util em cenas de brigas ou em cenas de suspense, quando surge o vilão e a musica aumenta, fazendo sempre alguém gritar).

E por fim... O vilão.

Depois de Batman, o cavaleiro das treva, com Heath Ledger como Coringa, seria bem difícil encontrarem alguém que fizesse um trabalho tão bom (nas palavras do diretor Nolan). Claro que no Batman Begins não havia esta preocupação, mas agora com a trilogia lançada, claro que haverão comparações. Cillian Murphy foi muito bem no seu papel, conseguiu passar a imagem de uma mente perturbada, mas o personagem em si deixou a desejar... Espantalho não é um dos grandes vilões do homem-morcego (falando francamente, eu nem sabia que o Batman tinha um vilão como ele... tinha?), por isso pareceu um cara meio... Perdido. E eu não gostei muito do objetivo dele: dominar Gothan com medo e terror (mua ha ha *trovões*). Faltou o charme de vilão sádico e assassino, a mentalidade criminosa, o sarcasmo maldoso, a elegância dos "maus". Não o clichê de sempre! (não sei se deu para expressar bem o que eu quis dizer, demorei um pouco para poder colocar isso em palavras hehe).

E para terminar... Como assim vc não gostou do carro do batman, Fe? Prefiro este do que a ferrari com asas de sempre ;D

Vou terminando a minha analise por aqui antes que eu fale mais (e olha que eu queria kkk).

xerus, Bibi

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Gabi!

Eu não tinha gostado da aparência meio jipe/tanque do carro quando eu vi as primeiras fotos. Mas isso foi só até eu ver o que ele faz. Principalmente depois do segundo. UAU! Quero um pra mim!

Beijos!

Nerito disse...

Olá, Fê!

Bem, eu não gostei muito desse filme pelos mesmos motivos que você citou. Apesar de gostar bastante do Batman, achei o filme didático demais.

Por falar nisso, esse Jack Gleeson é realmente muito bom e o talento dele foi imprescindível para dar carga dramática ao vilão Joffrey.

Abraço!

Nerito disse...

Ah, Fê, esqueci de comentar... Estou montando um "evento virtual" para marcar um ano da primeira postagem da Cidade Suspensa. Para participar, basta entrar na página do conto (aquela que está junto com o link início) e deixar um comentário.
Por isso estou te convidando formalmente agora ^_^.
Abraço!

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Nerito!

Concordo, Jack Gleeson é excelente mesmo, vai fazer falta em Game of Thrones mais tarde, porque mesmo sendo um nojentinho, ele faz o trabalho tão bem que dá gosto de ver.

Vou participar sim, obrigada pelo convite!

Beijos!