domingo, 1 de maio de 2011

Thor

 

thor Não sei se já disse antes, mas adoro filmes baseados em heróis de histórias em quadrinhos, principalmente da Marvel. Nunca fui fanática por quadrinhos (a não ser da Turma da Mônica, por quem tenho um fraco até hoje), mas sempre gostei dos filmes. Se mais nada, eles dão, no geral, uma ótima diversão. E, apesar de não acompanhar, nem ser muito fã de Thor em especial, fui assistir, até porque ele faz parte de um projeto muito mais ambicioso, The Avengers (Os Vingadores), que eu estou louca para ver (pena que tenho que esperar até ano que vem). E não saí desapontada.

Claro que o fato de o deus do trovão ser interpretado pela delícia Chris Hemsworth (o pai de Kirk, em Star Trek, mas que andou malhando um bocado desde então) contou um bocado. E devo dizer que ele está muito bem no filme. Enganado por seu irmão Loki, ele acaba banido de Asgard e cai aqui na Terra, mais precisamente no Novo México, bem no meio da pesquisa de Jane Foster (Natalie Portman, como sempre, ótima). E a cena é engraçadíssima. Inicialmente desnorteado por ter caído na Terra, no meio do nada, o coitado é atropelado e quando consegue se levantar, ainda leva uma descarga de não sei quantos volts por uma taser. E mais uma observação: ele também poderia fazer o Derfel, caso as Crônicas de Artur virassem filme. E isso não é pouco. Vocês sabem o quanto eu amo Derfel, e que sou exigente quanto a quem eu gostaria que o interpretasse. Hemsworth, como está em Thor, grandalhão (1,91 muito bem distribuídos) e loiro, seria uma ótima escolha.

Aliás, o filme tem várias passagens engraçadas. A melhor é mais para o final, quando aparece um monstro metálico imenso, e um dos agentes da SHIELD pergunta se o trambolhão é um dos de Tony Stark (o Homem de Ferro). E a parte cômica está muito bem equilibrada com a dramática. Dois bons momentos de Chris Hemsworth são quando ele não consegue levantar o seu famoso martelo, e depois, ao enfrentar seu irmão Loki. Este não pode ser considerado exatamente um vilão. Parece mais um garoto mimado fazendo birra. Mas mesmo assim, Tom Hiddlestone faz um ótimo trabalho.

Confesso que no começo achei a escolha de Kenneth Branagh (o prof. Lockhart, de Harry Potter), especialista em adaptar Shakespeare para a telona, como diretor. Mas no fim acho que deu certo. Ele coloca sua personalidade no filme, mas segue mais ou menos a mesma linha dos dois Homem de Ferro. Aliás, admito que fiquei esperando que Tony Stark (Robert Downey Jr, que eu amo) aparecer. Seria ainda mais engraçado.

Uma boa surpresa para mim foi descobrir um quase irreconhecível Ray Stevenson, o Tito Pullo, de Roma, que todo mundo sabe que eu adoro. Eu disse quase irreconhecível porque, apesar da abundante cabeleira ruiva, a voz entregou. Mas confesso que só me toquei no final. E o engraçado é que você pode tirar Ray Stevenson de Tito Pullo, mas não Tito Pullo de Ray Stevenson. Digo isso porque tem horas que ele age igualzinho ao legionário romano. Yay!

Destaco ainda a assistente de Jane, Darcy, interpretada por Kat Dennings. Ela é responsável por boa parte da parte cômica do filme.E é uma atriz talentosa, podemos esperar muito dela ainda.

Thor é uma boa diversão, cheia de efeitos especiais caprichados e ação do começo ao fim. E para quem ainda não foi ver, fique até acabarem os créditos finais, que tem um bônus no final, além da ótima Walk, do Foo Fighters para embalar. E aí vai um aperitivo: Thor trailer.

7 comentários:

Thalinne disse...

Eu estou morrendo de vontade de ver esse filme, também adoro filmes dos heróis da Marvel, mas com o cinema da minha cidade em reforma, o jeito é esperar sair o DVD...
É engrçado terem citado o Tony Stark nesse filme, porque o final de O Homem de Ferro 2 é justamente quando os pesquisadores encontram o martelo de Thor.

Anônimo disse...

NOVO OLHAR SOBRE A MATEMÁTICA,
http://www.ufpa.br/beiradorio/novo/index.php/leia-tambem/124-edicao-93--abril/1189-novo-olhar-sobre-a-matematica

Luiza Helena Vieira disse...

Eu tb adoro filme baseados em quadrinhos. Principalmente se for os da Marvel. E com esse, não podia ser diferente! Assisti e gostei demais.
Tudo perfeito. Desde os efeitos, atuação até a trilha sonora.
Eu tb fiz uma resenha dele no blog. Passa lá e dá uma olhadinha.
Bom final de semana
=**

Luiza Helena
http://obsessionvalley.blogspot.com

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Thalinne!

Puxa, que droga, hem? Isso me lembra quando ei fiz veterinária em Botucatu, que tinha só um cinema, com UMA sala e UMA sessão. Quando passou Titanic, ficou uma eternidade e daí, sempre que não tinha nada para passar, eles voltavam com Titanic:). Mas vale a pena esperar, que o filme é bem legal, e a cena que você falou de Homem de Ferro também está em Thor, do mesmo jeito. Só faltou mesmo o Tony Stark:D.

Beijos!

Nana disse...

Ai quero assistir Thor!
Preciso ver meu sogro e essas referências do SHIELD nos filmes eu adoro kkkkkkkkk

To doida para assistir Os Vingadores!

bjs
bom fim de semana

Nana
Obsession Valley

Luiza Helena Vieira disse...

Eu vi o seu comentário na resenha sobre O Quarteto Fantástico. Dei uma fuaçda por aí e descobri que vai ter o terceiro sim mas não sei se o Von Doom vai voltar. Mais notícias, eu te aviso.
Boa semana =*

Luiza Helena
http://obsessionvalley.blogspot.com

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Brigada Luiza!

Tomara que o filme saia logo e que Von Doom esteja nele também:)

Beijos!