sábado, 19 de abril de 2014

GoT 4x02 – The Lion and The Rose

 

E essa quarta temporada já começou mesmo com tudo. Chega agora, cedinho, o que acredito que seja o episódio mais esperado de todos, fora The Rains of Castamere. Arrisco dizer que esse episódio foi o segundo melhor de toda a série, ficando atrás somente do RW. Vale ressaltar também que o episódio foi escrito pelo pai da criança mesmo, e isso significa possíveis spoilers Alegre

GoT 3

ATENÇÃO! SPOILERS DOS LIVROS! Você foi avisad@.

Myranda 4x2E o episódio já começa com o terror. Literalmente. Estamos na floresta ao redor do Dreadfort, e Ramsay mostrando todo o seu sadismo em uma caça, e a presa da vez é uma moça. Aquela loira que na temporada passada estava presente ao extirparem o little Theon. E mostrando outra face: a outra menina, que agora sabemos que se chama Myranda, é quem atira a flecha. Já fica estabelecido que Myranda e Ramsay estão juntos, e digo mais: se merecem. Ela é tão sádica quanto ele. Detalhe importante logo depois, quando Ramsay joga suas “meninas” para terminar o serviço de Myranda. E logo atrás desse casalzinho fofo (#sóquenão), vem Theon. Ou melhor, Fedor. Cara, simplesmente sensacional a atuação de Alfie Allen, demonstrando vários tiques nervosos decorrentes de sua tortura. Não tenho nem o que falar.

Ramsay 4x2Mais tarde, quando o papi querido Bolton chega ao Dreadfort, trazendo no reboque sua nova amada, vale seu peso em ouro esposa, Walda Frey, fica um alívio cômico com Ramsay dando as boas vindas à nova mãe. De novo, brilhante Iwan Rheon, todo sarcasmo, e falsidade. Uma tirada ótima de Locke aqui, dizendo que Ramsay teria adorado ver Jaime perdendo a mão. Resumiu bem a natureza de Ramsay. E Roose Bolton também mostrando que é um doce de pessoa. Pelos deuses, a frieza dele é incrível. Michael McElhatton transmite tudo isso, desde as palavras cortantes que dirige ao bastardo (incluindo aí ressaltar que Ramsay não passa de um bastardo) até o olhar gélido tão descrito no livro. Mais um entrando para a lista de pai do ano em Westeros. Também adiantando a rivalidade entre os Bolton e os Greyjoy. Também de se notar o olhar de Bolton quando descobre o que realmente aconteceu me Winterfell, e o que ele acha que aconteceu a Bran e Rickon. Outra coisa: Theon dizendo que Jon está em Castle Black. Acho que podemos concluir aqui que também estão adiantando algo do quinto livro. Lembro que quem escreveu esse episódio foi o próprio Santa From Hell. (SPOILER) Talvez haja aqui mais do que o atentado em si. E de chamar a atenção que eles traçam os planos ali, bem em frente a Theon. Mas, exatamente como no livro, para os Bolton, ele não passa de um bichinho submisso.

Ramsay   Theon 4x2

Outra cena muito boa desse núcleo foi Ramsay contando a Theon sobre a morte de Robb. Tudo nela foi lindo, desde a submissão de Theon até sua hesitação em barbear Ramsay. Perfeito. Mais uma vez, show de interpretação e ótimo entrosamento entre Iwan Rheon e Alfie Allen. Sem mais comentários.

Do Dreadfort, vamos a King´s Landing e Tyrion conversando com Jaime. Atenção à tirada de Tyrion sobre os sentimentos de Cersei e os javalis desde a morte de Robert. E Jaime sendo franco com o anão, admitindo fraqueza. E já oferecendo Bronn para treinar Jaime. E, dito e feito, lá vai Bronn treinar Jaime em um lugar seguro (que ele sabe por causa do par de chifres que está pondo em um certo cavaleiro). Como sempre, as tiradas de Bronn são fantásticas, e muito legal o método de ensino dele. E Jerome Flynn e Nikolaj Coster-Wardau em perfeita sintonia, uma luta bem coreografada.

Jaime   Bronn 4x2

Tyrion está no caminho para um café da manhã em que conhecemos o pai de Margaery, e vemos que ele é tão idiota quanto Olenna faz parecer mesmo.Joffrey sendo falso com o sogro “eu devo chamar o senhor de pai?”. Ótimo! Shae aparece e Cersei mais que depressa dedura o irmão para o pai, que manda que Shae seja trazida à torre da Mão antes do casamento. Hummm….quem leu já sabe o que isso significa. Mais tarde, quando Tyrion mais uma vez oferece a Shae dinheiro para ir embora, mas tensão e as farpas chispam. Muita gente reclamando do destaque que deram a Shae, e o rumo de sua personagem na série. Reforço que isso foi uma sacada genial, (SPOILER) porque fazer ela realmente gostar do anão, e ele dela, só vai fazer aumentar a traição dela, e dar mais raiva ainda. Humanizaram bem a personagem, ela ficou mais densa na série que no livro, e Sibel Kekilli a retrata belamente.

Ainda nesse café da manhã, Joffrey recebendo seus presentes de casamento: o cálice do sogro, o livro do tio (o desprezo do garoto ao receber o livro foi algo de nota), e finalmente a Lamento de Viúva. Atenção para o toque de crueldade com Sansa, ao dizer que sempre que usar a espada será como cortar a cabeça de Ned de novo. E já começa a ficar patente aqui o desprezo de Sansa pelo rei, cena que se repetirá mais tarde. Agora ela parece ter percebido que Tyrion sofre tanto quanto ela, mesmo sendo Lannister. Atenção para isso.

Stannis   Davos   Selyse

O núcleo ZZzzzzzZZzzzz da série vem em seguida. Stannis e Mel queimando os infiéis, e Selyse mostrando todo o seu fanatismo. Um detalhe importante. Um dos queimados é cunhado de Stannis, irmão de Selyse. Vocês lembram o que dizem do homem que mata seus parentes, não? Recapitulando: Robb matou seu parente Karstark, e olha no que deu. E já é segunda vez que Stannis mata um parente. Não podemos esquecer de Renly, que no fim foi obra de Stannis mesmo. Reforça algo que eu acho que vai acontecer: Stannis vai morrer, mais cedo ou mais tarde. Vale lembrar também que ele é o tal rei que não projeta sombra. Reforço: maldito é o homem que mata seu parente, segundo dito popular de Westeros. Ótimas atuações, mas esse arco é um dos mais chatos da história, a eterna carranca e o amargor de Stannis irritam, o fanatismo de Selyse e a devoção quase adoração de Davos por Stannis enchem a paciência. E é sempre a mesmoa coisa: Lord of Light isso, Lord of Light aquilo, meu rei, mimimi. Que, por favor, acelerem isso, porque uma tmeporada inteira disso vai ser bem difícil de aguentar.

Mel   ShireenTambém digno de nota o modo como Selyse trata Shireen. Na falta de Catelyn, achamos outra mãe do ano. E fui só eu, ou vocês notaram que o escamagris de Shireen piorou? E um diálogo entre Shireen e Melisandre, ótimo. Shireen, pequenina como é, já sacou direitinho o culto da Mulher Vermelha. Shireen é questionadora, e curiosa, e não tenho certeza de que isso é uma coisa boa para ela. Kerry Ingram mandando superbem, e o entrosamento entre ela e Carice Van Houten é perfeito. mas admito que adorei essa frase: “só há um inferno, o que vivemos agora.”

represeiro 4x2Também achei interessante que o corte nos leva agora para Além da Muralha, passeando com Bran e Summer. Vou me demorar um pouquinho nesse núcleo. Começa com o aviso de Meera e aquela flor de pessoa Jojen, de que não é bom passar muito tempo em Summer, os riscos sendo de se esquecer de como ser humano, e morrer de inanição. Uma observação: me mata toda vez que eu vejo canis dirus na legenda. Sério??? Não podiam deixar lobos gigantes, tinha que inventar moda? #FAIL. Eles seguem viagem, Bran vê um represeiro. Imediatamente pede a Hodor que o leve até a árvore. Lembro que nessa hora pensei: ele vai fazer o que eu estou pensando que ele vai fazer? E não é que Bran fez? Entrou no represeiro, e teve uma visão que vale a pena comentar com calma. Não consegui carregar o vídeo aqui, mas veja aqui.

Ela começa com o corvo de três olhos nas tumbas de Winterfell, e passa para Ned limpando Ice (chuif, chuif) na God´s Wood de Winterfell e também nas masmorras de King´s Landing, os corvos perseguindo Sam na temporada passada, os white walkers, o salão do trono que Dany já tinha visto na CdI, o dragão sobrevoando King´s Landing, e em meio a tudo isso Brynden chamando Bran para o represeiro. Vamos por partes. Primeiro, Ned. Se não me falha a memória, Ned chega a escutar uma voz no represeiro (mas posso estar confundindo isso com Theon, naquele capítulo de WoW que foi liberado). Os corvos, e a cena em particular a que eles se referem, logo depois de Sam matar o white, acho que é uma referência clara aos white walkers, que logo depois aparecem. O que chama a atenção aqui é a repetição do salão do trono, destruído, e o dragão sobrevoando King´s Landing. Seria um spoiler? De se notar que é verão quando passa a sombra, é um dia ensolarado. Mas não me parece que isso seja um visão do passado, visto o tamanho da cidade. Será que o mau velhinho está querendo nos dizer que Dany vai sim retornar a Westeros e retomar seu trono?

Joffrey   Margaery 4x2

Cortando para o casamento em si. No septo, realiza-se a cerimônia e me chamou a atenção que os votos de casamento foram diferentes. Nada de “eu sou seu, e você é meu.” E mais um diálogo delicioso ente a Queen of Thorns e Tywin. As trocas entre Diana Riggs e Charles Dance sempre são um deleite de se ver. E chega Bronn para falar com Tyrion, e dizer que Shae partiu no navio. Será? Esperar para ver. Atenção para mais uma tirada entre Bronn e Tyrion: eu não fui convidado. Sensacional! E mais uma pérola de sabedoria de Bronn: vai beber até sentir que está certo. Ótemo! Também ri na hora em que Pod vê o tal nó meereenês (ou whatever). E as meninas espichando o olho para ele. HILÁRIO!

Sansa   Olenna 4x2Uma cena que, agora ao rever, me deixou pasmada, até com dificuldade para continuar escrevendo. Olenna vai falar com Sansa, a pretexto de oferecer suas condolências pela morte de Robb (ai, saudades Maddenlicious!). E esse detalhe me teria passado batido se não fosse o Leandro comentar na resenha dele, leia aqui (Thanks, dear!). Eis que entre oferecer seu apoio a Sansa, e alfinetar Tyrion pela sua pobreza, a velhota discretamente, fingindo acariciar os cabelos de Sansa, tira uma das pedrinhas do colar. Lembra que eu tinha falado pra ficar de olho nele? Pois é. Essa velhota é fodástica mesmo. Amando de paixão a Queen of Thorns Coração vermelhoCoração vermelhoCoração vermelho.

Cersei   Tywin 4x2A festa continua, e entre a cara de enfado de Margaery durante o banquete, e flertes entre Oberyn e Loras, e trocas de farpas entre Jaime e Loras dignas de Dr. House  e Cersei bullynando Brienne (já volto nisso), Joffrey sendo, bem Joffrey. A hora que ele falou da “depravação” de Renly na cara de Brienne, e o auto controle dela, foi lindo. Cersei persegue Brienne, e joga na cara dela o que todo mundo sabe os sentimentos de Brienne em relação a Jaime. Novamente o auto controle de Brienne foi incrível, Gwendoline Christie mostrando todo seu talento. E Cersei alcoolizada não para aqui, vai lá dar umas cortadas em Maester Pycelle, deixando bem claro que Pycelle já não é mais seu homem de confiança, e que este cargo foi tomado por aquela praga do Qyburn. Lena Headey brilha nestas cenas, atua com naturalidade. Linda!

E o passeio de Cersei é interrompido por Oberyn e Ellaria, junto com Tywin. Red Viper e Ellaria deixando bem clara a posição de Dorne quanto aos bastardos, e mais farpas, desta vez partindo da Víbora, relembrando Elia e seus sobrinhos. A cara de Tywin nessa hora foi algo de outro mundo, sensacional. Mais uma vez, Pedro Pascal mostra a que veio. Perfeito. Adorando a participação dele.

Margaery   Joffrey 4x2

E Joffrey mostrando ainda mais o seu lado sádico, ao anunciar a Batalha dos Cinco Reis. Outra vez, atenção aos detalhes. Renly montando Loras, Balon montando uma lula gigante, e Joffrey montando um leão com chifres de veado. O espetáculo deixa todos desconfortáveis, Sansa, os Tyrell, até mesmo Tywin. Muito legal perceber essas expressões. E também digno de nota que quando Joffrey começa a bullynar Tyrion, Sansa se compadece. Ela provavelmente se identifica com isso. A cara dela quando o reizinho derrama o vinho na cabeça de Tyrion é fantástica. Até ajudando Tyrion a recuperar o cálice depois. Perfeito. E a tensão é patente, palpável.  Todos os presentes, Margaery, Sansa, Olenna, todos, menos Cersei, achando lindo o filhote abusando de sua posição, até que Margaery quebra a tensão: olha, a torta!. E preciso comentar o vestido dela, lindíssimo! Fiquei babando nele. E note-se a reciclagem de elenco da série (sério, não dava pra contratar outro?), com o novo Tommen, agora mais velho, sendo interpretado por Dean-Charles Chapman, que já havia interpretado um dos Lannister que o velho Karstak temporada passada.

Joffrey vinho 4x2

Margaery dá a torta na boquinha de Joffrey, com cara de cigana dissimulada com olhos de ressaca menininha meiguinha. E a cena mais esperada do episódio. Joffrey começa a gaguejar nas palavras, e Margaery mandou bem na cara de surpresa fingida seguida por Olenna dissimulando, pedindo ajuda para o rei, é sansacional. E que morte, QUE MORTE! Confesso que eu acho que Joffrey não morreu como deveria, acho que ele devia sofrer muito antes de morrer, de preferência nas mãos de Sansa, pagando a ele toda a gentileza (#soquenão) que ele lhe mostrou, mas admito que foi quase orgásmico ver Joffreyzinho sufocando. E a caracterização, pelos deuses! Ele ficou roxo mesmo, até com olhos injetados. Mas antes de morrer, ele ainda conseguiu acusar Tyrion. Sabemos que o inferno de Tyrion começa agora, retomando a fala de Melisandre. E que atuação de Jack Gleeson, pelos deuses! Pena que ele decidiu parar de atuar, pois teria um futuro brilhante. E vai deixar saudade. Vou sentir falta de ver ele atuando.

Dead Joffrey 4x2

Falta só ressaltar Cersei e Jaime correndo em socorro do filho. A cara de Jaime, em especial, é perfeita. Mostrou o choque da perda lindamente, e gostei especialmente do modo como ele saiu correndo. Acho que pela primeira vez Jaime se permitiu agir como pai de Joffrey, em vez de tio ou membro da Guarda Real. E Lena Headey linda também, em estado de choque, e ira. Para alguns, os estágios iniciais do luto (negação, ira, barganha, depressão e aceitação).

Cersei 4x2

Enfim, um episódio cheio de sutilezas, atuações excelentes, caracterização impecável, e coroando tudo isso, os créditos listados ao som de The rains of Castamere com o Sigur Rós, numa versão que lembra muito a Marcha Fúnebre. E vocês repararam como a voz do vocalista se parece com a de Jack Gleeson? Coincidência?

THE KING IS DEAD! LET´S OPEN THAT BOTTLE OF DORNISH RED AND CELEBRATE!

6 comentários:

Donilo disse...

Opa, acho que você esqueceu de mencionar a coisa que eu mais estava curioso pra saber: http://oi60.tinypic.com/24bjdhh.jpg

O que seria isso? Um W.W. com aurora boreal e gelo quebrando? Seria o 'Grande Outro'?
Essa foi a cena que me deixou mais curioso.
Quanto ao dragão, creio que possa ser simbólico também, já que em Westeros o inverno já chegou na Dança.

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Donilo!

Então, na verdade, foi tão rápido e eram tantos detalhes que eu nem vi isso direito. Só pude ver com mais clareza quando vi a foto. Mas acho que pode ser sim o Grande Outro. Me chamou atenção também na foto que dá pra ver a face do represeiro também. Será que é uma indicação de que Brynden pode estar trabalhando a favor dele? Já vi várias teorias assim, e no livro mesmo dizem que o caminho de Bran vai levá-lo cada vez mais para a escuridão, apesar de eu achar que ele não vai ficar nesse rumo forever.

Beijo!

drunkwookie disse...

Voce tem absoluta razão quando cita a cara de Jaime, correndo até Joffrey!
Foi perfeita a cena.
No mais, gosto das suas resenhas. Sempre falam coisas que eu não falo na minha!
Até a Breaker of Chains! Quero saber sua opinião sobre o "estupro"

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Leandro!

E você também sempre coloca umas coisas que eu esqueço! :)

Breaker of Chains vai ficar gigantesca, até pensando em dividir em dois, por causa mesmo dessa cena. e eu meio que escrevi uma resposta para toda essa repercussão.

beijos!

Princesa disse...

Tchau Joffrey . Foi bom enquanto durou ,só que não !Foi tarde .Seria bom ter visto ele morrer pelas mãos de Sansa ,mas ainda resta Cersei né ...Em relação a visão de Bran ,o Dragão no final ,será que Daenerys vai conseguir msm sentar no trono de ferro ?? É a cena mais aguardada vê Daenerys tomando o trono em cima de seu dragão *--*

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Princesa!

Acho que sim, acho que esse é final mais provável. Mas vi também que esse dragão pode ser o Balerion, e essa visão ser então do passado. Na verdade, eu estou em dúvida, não sei o que pensar.

Beijos!