domingo, 13 de abril de 2014

GoT 4x01 – Two Swords

 

Finalmente, depois de uma longa espera, estreia a quarta temporada de Game of Thrones, e depois de uma prévia de sessenta minutos bem meia-boca que foi 3x10 – Mhysa, a série estreia com um episódio recheado de referências e pistas para quem leu os livros. Mas vamos por partes, e começar pelo começo, que é sempre bom, né?

GoT 3

ATENÇÃO! SPOILERS DOS LIVROS! Você foi avisad@. Postagem longa também, então paciência até o fim, OK?

Two swords 4x1

Achei muito digno antes de começar o episódio em si darem todo aquele destaque a Ice, a linda e enorme espada de Ned (gente, ele é muito grande, quem foi na GoT Exhibition sabe), que foi o instrumento de sua morte. E tenho que admitir que deu um aperto no coração ver Ned perdendo a cabeça de novo, e mais chocante ainda pra mim, a lâmina toda ensanguentada após a degola de Ned…doeu. E detalhes que passaram despercebidos antes, como as runas gravadas na lâmina, e a bainha de lobinho, mostrando todo o cuidado da produção. E coroando tudo isso, Tywin com um sorrisinho superior, de quem diz “eu sou Mão e faço o que bem entender”, e ao fundo The Rains of Castamere tocando. Charles Dance, pra variar, dando show de interpretação, mesmo em segundos de cena. Maravilhoso, e o episódio já promete a partir daqui.

Jaime 4x1Logo em seguida, Tywin entrega aquela que será Oathkeeper a Jaime. E como sempre, Tywin dando ordens a seu filho mais velho (e surpresa ao descobrir a idade de Jaime, não muito mais velho que no livro, e para desgosto de Cersei, também já entregaram a idade dela. #FAIL! Não se entrega a idade de uma lady assim! Alegre), e esperando a obediência. Jaime tem que partir para Casterly Rock, mas se recusa, a pretexto de ficar perto de Cersei (mal sabe ele…poor summer child…). Ótima cena entre Charles Dance e Nikolaj Coster-Wardau. Jaime agora mais magro (outro cuidado da produção, deixar o personagem aparentar tudo o que sofreu), mas com o mesmo jeito de sempre: meio descolado, como se não ligasse para o que os outros falam dele. E chama atenção aqui que ele justamente diz que quer ficar na King´s Guard porque não quer quebrar mais um juramento. Mostra que do jeito dele, Jaime é sim um homem honrado. E começa aqui a sessão de bullying com Jaime, partindo da própria família. Muito boa atuação de Nikolaj, não só aqui, mas durante todo o episódio.

Jaime   cersei 4x1

Enquanto isso fora da Red Keep, Tyrion, junto a Pod e Bronn esperando a comitiva de Dorne, encabeçada por Oberyn Martell. Bronn ali só esperando, e declarando que ali no meio do nada não é lugar para se esperar um amigo. E provocando Tyrion ao descobrir da rivalidade (mais que justificada, diga-se de passagem) entre os Lannister e os Martell. Guardem isto, vou retomar daqui a pouquinho. E Pod, depois de ganhar a fama de Garanhão de Westeros, agora tem mais destaque, com mais algumas falas. Aqui, recitando os estandartes de Dorne. Boa atuação de Daniel Portman, mesmo em pouco tempo, mostrando um certo enfado em estar ali, misturado com o dever que ele faz de bom grado de servir Tyrion. E as troca entre Peter Dinklage e Jerome Flynn sempre muito boas, com ótimas tiradas. Porém, para decepção deles, Oberyn não está ali. E assim, eles partem atrás dele.

Oberyn   Ellaria GoT 4x1E o encontram justamente no bordel de Mindinho, junto a Ellaria Sand (a linda e competentíssima Indira Varma), já demonstrando suas inclinações sexuais. Sinceramente, achei desnecessário apresentar Red Viper assim. Poderiam deixar isso mais pra frente, mas não seria HBO se não esfregasse uma cena assim logo no primeiro episódio da temporada, certo? Agora, o que deleitou mesmo foi fora, depois que Tyrion e Bronn chegam e Tyrion vai conversar com Oberyn fora do estabelecimento. Pedro Pascal se mostra um ótima adição ao elenco, retratando esse personagem tão bacana. Perfeito! Quero mais dele na temporada! (Sim, eu sei o que acontece com ele, mas não quero dar spoilers desnecessários). E podemos esperar trocas inteligentes e deliciosas entre ele e o anão. Já deu para perceber que Oberyn chega determinado a buscar justiça para Elia, e eu achei isso muito válido. Babando desde já. E mais um detalhe interessante: vocês notaram quem assumiu o papel de Ros no estabelecimento de Mindinho? Se você disse que foi o amiguinho de Loras, você acertou.reconheci na hora (OK, estou assistindo novamente a terceira temporada, mas mesmo assim, digno de nota).

Dany   Drogon gato 4x1

E de King´s Landing vamos para algum lugar entre Yunkai e Meereen (esqueci de mencionar a abertura, já com Dreadfort e Meereen. Lindo!). Gente, o que foi o Drogon,enorme, mas deitado no colo da Dany como um gato? Quero um dragão pra mim! E não só Drogon aparece, como de costume, mas lá no céu vem Rhaegal e Viserion também, disputando o que mais tarde a gente Dany   Drogon 4x1descobre ser uma ovelha. Dany ainda não aprendeu uma coisa: não se mexe com os dragões quando eles estão comendo. Se eu fizer isso com meu Murruga, levo mordida, imagina com o Drogon? Mas foi bom mostrar que Dany não tem tanto controle assim sobre os dragões quanto pensa. Isso vai ser muito importante logo, logo. E parabéns para a equipe de CGI, que mais uma vez esses dragões estão lindos, enormes e muito, mas muito realistas! A textura das asas de Drogon, a sombra dele na rocha, o vento ao levantar voo…lindo! Sério, tem muito blockbuster que não tem efeitos especiais assim.

Daario 4x1E lá vai Dany atrás do Toro Cornudo, ops, Verme Cinzento, e Daario Naharis, que deveriam ter se apresentado, mas estão muito ocupados num pissing contest (campeonato de mijo. Não é bem isso, mas essa disputa deles pela atenção de Dany é exatamente isso, marcar território). Algumas considerações. Um: não gostei muito desse novo Daario. Não gosto do personagem, period, mas esse novo (Michiel Huisman) não correspondeu. E não estou falando da caracterização, que por favor, ainda bem que não fizeram como no livro, que cairia no ridículo. Sério, cabelo azul, barba verde, e coroando essa beleza toda, um dente de ouro?!? Please! Então, depois desse meu desabafo pra quem anda reclamando que Daario não tem cabelo azul, o por quê eu não gostei. Porque faltou a esse Daario o olhar de cobiça, de quem come com os olhos, mesmo, Dany. E isso Ed Skrein fazia muito bem. Sinceramente, não sei porque mudaram. OK, disseram que não ficaram felizes com a atuação dele, que foi boa, vejam bem, ele passou toda a arrogância de Daario perfeitamente, mas eu não engoli essa desculpa. E depois, tiram ele, mas deixam a Gemma Whelan assassinando a Asha? WTF? Mas, OK, como no caso dela, vamos dar o benefício da dúvida e ver no que dá (se bem que no caso dela, ainda não deu em nada…).

Outra coisa: Dany tem atitude diferente frente a Daario. Não está tão caidinha por ele como no livro, ou como no fim da temporada passada. Quer dizer, ela ainda dá umas olhadas para ele, mas também dá umas cortadas legais. Acho isso bom, porque deixa ela um pouco mais dona de si, mais badass. Aqui ela tem mais o perfil de rainha mesmo. Mas a gente sabe que não vai durar. E por uma vez, ela não precisa aparecer nua à toa para mostrar sua autoridade. A atuação de Emilia Clarke também está mais madura, mais segura. Muito bom isso. E bate mais com a imagem de grande conquistadora que Dany quer passar. Também digno de nota a reação, discreta, de Missandei quando dizem que Verme Cinzento está apostando com Daario. Saquei na hora que ali tem, ainda que Verme Cinzento, como Theon, não semeia nada. Boa atuação também de Jacob Anderson, a expressão dele se ilumina quando Missandei (a linda Nathalie Emmanuel), e ao mesmo tempo a resignação por ser o que é. E também digno de nota o comportamento de Sor Jorah e Sor Barristan, cavaleiros como são, e profissionais, e ambos mostrando desprezo pelas atitudes de Verme Cinzento e Daario. E uma coisinha que eu esqueci: quando Drogon se vira pra atacar Dany (OK, eu não esperava isso, mas como disse lá em cima, tenho cachorro temperamental que não gosta que mexam com ele quando ele está comendo, então também não foi muita surpresa): Sor Jorah dizendo que dragões são selvagens e não podem ser domesticados só pra ganhar um chega pra lá de Dany. Coitado do Rei da Friendzone! Não dá uma dentro!

Dany   Daario flor 4x1Mais tarde, Daario chega para conversar com Dany e lhe oferece um presente, e a primeira dsa referências deste episódio: uma rosa azul. OK, timing e pessoa provavelmente errados, mas não creio que tenha uma pessoa que tenha lido o livro e que não tenha se lembrado na hora da flor azul na Muralha que Dany vê na Casa dos Imortais no livro. E o que ela significa. Não vou falar caso você não tenha lido o livro, mas se leu, e me acompanha, sabe do que estou falando. E reforça o que eu acho que já falei em algum lugar: não é porque não usaram tudo que Dany vê na CdI no livro que não podem colocar mais para a frente. Prova tá aí.

Sansa  Tyrion 4x1

De volta a King´s Landing, Shae tenta fazer Sansa comer, mas esta se recusa. Claro, ela está sofrendo por sua mãe e seu irmão mortos, e Shae continua protegendo Sansa, como na temporada passada. Gostei de ver Tyrion chegar e tentar fazer o mesmo, e a conversa franca deles. Sansa dizendo que não consegue dormir, e com os olhos vermelhos. Talvez irrite um pouco a atitude dela em relação ao marido, mas vamos parar para pensar como ela, e não como leitores: Sansa foi obrigada a se casar com Tyrion, de quem nunca gostou, e depois do que passou na mão dos Lannister, tem motivos mais do que suficientes para desconfiar de qualquer um deles. Óbvio que ela não confia em Tyrion. Para ela, ele é mais um Lannister que quer prejudicá-la, não importa quanto ele negue, pois ela já ouviu isso de Cersei, e todos nós sabemos como isso terminou. Também achei digno de nota que ela confessa que não reza mais, mas que vai para o Bosque para ficar sozinha. E aqui, para alegria da galera que achava que Sor Dontos ia ser cortado, eis que ele aparece, bobalhão como no livro. Mas aí vem mais uma referência: o colar. OK, não é uma redinha de cabelos, mas quem leu já sabe o que é isso. E se você não leu, preste muita, mas muita atenção mesmo nesse colar. Não vou falar mais do que isso. E falando em Shae, já começa a crescer a tensão entre ela a Tyrion. Sybel Kekilli mandando também muito bem no papel de mulher trocada (ainda que contra a vontade de Tyrion).

Colar Sansa 4x1

E enquanto Sansa reza, ou faz o que quer que seja, é observada por Jaime e Brienne. Brienne cobrando de Jaime que pague o que deve, ou seja, entregue Sansa a ela, para que Sansa retorne a sua família (ou o que restou dela). Jaime aponta que ela é agora uma Lannister, e portanto não pode sair de King´s Landing. Porém, também de se notar que Jaime sabe muito bem que este não é um lugar seguro para Sansa. E pouco antes disso, achei muito legal da parte de Brienne ir dar uma satisfação a Margaery sobre o que realmente aconteceu a Renly. E também de se notar o comentário de Margaery sobre Joffrey, mostrando o que ela realmente sente pela besta. E que linda a Olenna elogiando a Brienne? Gente, cada vez mais amando a Queen of Thorns! E que trio de atrizes juntas: Gwendoline Christie, Natalie Dormer e Diana Riggs. Como uma cena dessas não ser linda?

Joffrey 4x1E antes de ir se encontrar com Brienne, Jaiminho está com outro membro da Guarda Real (não sei o nome, e nem importa) discutindo os detalhes da segurança do casamento real, com Joffreyzinho presente, mas sem prestar atenção, como deixa claro ao ser consultado e dizer que “sim, vamos fazer o negócio”. Jack Gleeson brilhando mais uma vez, com ar de superioridade infinita, e fazendo mais bullying com Jaime. Digno de nota a menção ao Cavaleiro Sorridente e principalmente a Sor Duncan (“quatro páginas para ele”). Aí, mais uma referência para quem leu os livros. Joffreyzinho sai de cena, e Jaiminho vai atrás de Cersei, e já ganha sua mão de ouro, pois a irmã não suporta ver o cotoco. E lá vem mais patada em cima de Jaime. Quer dizer, o cara foi capturado, perde a mão, sofre o diabo, e a Cersei o recebe dizendo que ele demorou. Supish! E toma chibatada! Exatamente como no livro. Lena Headey dando show de mulher abandonada, linda! Atenção para a presença de Qyburn, aquela praga, já estabelecendo um boa relação com Cersei. E vocês já sacaram que sintomas ele foi curar, não, ou tenho que desenhar? (não, ia ser difícil, e só sei fazer figurinhas palito Smiley piscando). Ah, sim, e o fato de Jaime notar que Cersei anda bebendo demais.

Thenn 4x1

Corta lá para o Norte, e o bando de Tormund aparece. Primeiro com Ygritte, preparando suas flechas (detalhe importante. Seria mais se não tivessem feito aquela caquinha no final da temporada passada, mas ainda assim relevante). E Tormund já falando umas verdades para Ygritte. Sério que ela ainda tá com cara emburrada? Eu realmente não gostei do rumo que deram para a personagem, que no livro é muito mais badass, e não fica choramingando pelo pé na bunda (que ela sabia muito bem que ia levar, veja bem). E gente, o que são aqueles Thenns? Que meda! Legal já insinuarem o canibalismo, que, de novo, para quem leu, sabe que um dos possíveis (e mais prováveis) destinos de Rickon e Osha é justamente entre os Skagosi, que são canibais. Na série, provavelmente os Thenns irão incorporar os Skagosi, e não custa nada lembrar que isso é necessário, já que a série é cara. então, people, vamos sossegar o facho e maneirar nas reclamações, OK?

Jon   Robb 4x1

E falando em Snowy Goodness, lá vem ele embelezando a telinha (#suspiros…sério, ele tá ainda mais lindinho nessa temporada!). E a cena é muito comovente, Jon lembrando de Robb, e dizendo que ele queria odiar o irmão, mas que não conseguia. Lindo! Nostalgia e sofrimento misturadas em sua expressão. E Sam dizendo a mesma coisa, que queria odiar Jon. AMEI! Sam, seu fofo! John Bradley aumentando ainda mais a fofice de Sam. E lá vai Jon para sua audiência. Relevante a presença de Janos Slynt entre os acusadores, bem juntinho daquela praga do Aliser Thorne. Para quem leu, já sacou o que isso vai significar. E AMEI, AMEI, AMEI a cortada que Jon dá em Slynt:

Slynt: Eu fui comandante da Guarda de King´s Landing.

Jon: E agora você está aqui, não deve ter feito um trabalho muito bom.

BUYIA! Lindo! E Kit Harignton cada vez melhor na atuação (sério, como nego não vê isso desde a primeira temporada? Ele é um ator excelente, e captou o personagem perfeitamente!). Agora Jon está mais maduro, cresceu, não é mais o garoto inseguro e inocente da primeira temporada, mudou muito, e Kit transmite isso maravilhosamente. E lindo que Maester Aemon saca que Jon diz a verdade. Acho sensacional que o velho maester, mesmo sem ver, é um dos personagens que enxerga mais longe. E adorei a resposta dele a Thorne, que sabe quando as pessoas estão mentindo porque cresceu em King´s Landing. Resumiu a capital do reino em uma frase. Por isso eu amo esse velhinho!

Arya   Cão 4x1

E assim só me falta falar da dupla dinâmica da temporada: Arya e o Cão. Gente, que sequência sensacional! primeiro eles chegam naquela estalagem, ou whatever, e Arya já vê Polliver. Engrenagens mexendo na cabeça dela, o desejo de vingança aceso. E sem nem pensar, ela sai em direção à taberna, seguida pelo Cão, com aquele bom humor característico dele (#sóquenão). Os dois se sentam, e toma provocação dos dois lados. AMEI, AMEI, AMEI de novo quando Polliver (ou foi o outro?) diz que reconheceu o Cão, e menciona Joffrey, só pra ouvir um “Fuck the king”. Gente, vocês repararam no sorrisinho da Arya quando o Cão disse isso? Sensacional! E admito que dei o Arya   Needle 4x1mesmo sorrisinho. Uma observação sobre a legendagem: Cão chamando quem gosta dos Lannister de “lots of cunts”. E já peço desculpas pelo linguajar, mas é preciso. Na legenda colocaram “bando de vaginas”.OI???? Quem é que xinga os outros de vagina? Por que não traduziram por “escroto”, que seria mais apropriado? Não que a tradução esteja errada, na verdade, está certa, mas é o que eu disse, ninguém fala assim. #FAIL. Voltando à cena. Depois de muita provocação, e de pedir galinhas até esvaziar um galinheiro, finalmente o sangue corre no episódio. Gente, amando o Cão! Show! E que lindo Arya matando Polliver, e repetindo EXATAMENTE o que ele havia falado para ela quando matou Lommy: “vou ter que te carregar”, “vou palitar os dentes com essa espada”. Maisie Williams brilhando mais uma vez, e Arya ficando cada vez mais sanguinária. Parabéns! E aposto que essa parceria e as trocas entre Maisie e Rory McCann devem ser ótimas também, podemos esperar muitos bons momentos dos dois.

Arya 2 4x1

Resumindo, um episódio delicioso, e feito para quem leu os livros. Claro que quem não leu também se deliciou, mas as referências ali foram um toque todo especial. E que venham mais 9!

11 comentários:

Nadia Viana disse...

ADOREI o post, Fê! Perfeito.
O episódio foi delicioso mesmo! Amei Dany e os dargões, amei Cersei, Jaime, Brienne, a Rainha dos Espinhos, Margaery, Tyrion, a atuação do detestável Jeofrey e principalmente Arya e o Cão. Ainda não me decidi se gosto mais da Arya ou da Dany rs.
Preciso terminar de ler Festim porque perdi muita coisa dos Martell, esqueci muito do livro e estou perdida.
Parabéns pelo post!
Beijos.

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

OI Na!

Obrigada! demorou, deu trabalho, mas pelo visto valeu! :)
Eu gosto das duas igualmente :)

Beijo!

Natália disse...

Estava esperando por seus comentários rsrsrs sério espero por eles como espero pelo próximo episódio..... Queria ver oque vc escreveria sobre as tiradas do John cena espetacular....

diegomarcelini disse...

Ainda bem q o Martin liberou o capitulo "Mercy" da arya senão ia perdera graça qdo a gente fosse ler no ventos do inverno, adorei sua resenha mas o costume tyrosh é o que é:o costume de um povo, não é pra ninguem achar feio ou ridiculo é um costume e pronto essa é a riqueza do universo de martin por isso q quem não leu os livros acha muito dos personagens da série iguais e dificuldade de saber quem é quem

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi gente!

Obrigada Natália, eu adorei essa tirada do Jon, foi show!

Diego, desculpa se eu te ofendi, mas entenda uma coisa: 1, se trata de uma obra de ficção, então não estou na verdade ofendendo ninguém; 2. retratar o Daario como no livro ficaria caricato e inverossímel, e mesmo sendo uma obra de fantasia, ela prima pelo realismo, principalmente na série; 3: seria irreal a Dany da série, que é mais badass que no livro, sem tantas inseguranças e mais madura, se encantasse com um cara que se veste como palhaço. Mas obrigada pelo comentário!

Beijos!



diegomarcelini disse...

rsrsrsr vim ler sua resposta pode ficar tranquila que não sou do tipo q se ofende com uma obra de ficção só tenho uma opinião diferente da sua, veja ele se veste como palhaço pra nossa percepção mas não pros habitantes de westeros pricinpalmente pra uma mulher que monta em um dragão,pode ser atraente pelo menos o martin achava, mas o show funciona melhor com galãs eu entendo sempre leio seu blog beijos!!

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Diego!

É que só pelo texto a gente não sabe a reação das pessoas, e já vi tanta gente reclamando da caracterização, e, vamocombiná, muito fã xiita, que reclama de cada coisa idiota... como se fizesse diferença para a história o cabelo do Daario não ser azul!

Beijos!

Lucas de Melo Facó disse...

P. S. : Quero ver Sor Gregor "A Montanha que Cavalga" Clegane matando o príncipe Oberyn Nymeros Martell.

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Lucas, você perdeu uma ótima oportunidade de ficar quieto.

Princesa disse...

Realmente preferia Ed Skrein como Daario ," olhar de cobiça" irritante era como eu imaginava o do livro ,não consigo me afeiçoar a esse personagem nem nos livros nem na série ,ele tem o mesmo jeito esnobe do "homem de ferro" e não gosto de pessoas assim ...Ente Verme Cinzento e Missandei não achei que rolou nada acho que é mais viagem sua Fê .Tadinho de Sor Jorah espero que no 6° livro da série ele seja perdoado por Danny ,eu me afeiçoo pelo reis da friendzone (siga snape da série harry potter ).Quando assisti nem me toquei que a rosa azul lembrava jon snow ,só depois que li a resenha no site game of thrones que me toquei disso .Eles mudaram totalmente a Shae na série ,nós livros ela é literalmente uma "puta" já na série ela é quase uma heroína ,assim fica mais difícil odiá-la ,mas gostei desse lado mais humano que deram a ela ( mesmo sabendo que no mundo real ,uma puta não é de muita confiança ).Eu fico me perguntando o que aconteceria se a Sansa invés de fugir com Mindinho ,continuasse com Tyrion passasse a amá-la e desses filhos a ele ,não séria mais fácil pra ela ? Tyrion mudaria por ela ?Mas George Martin não gosta de finais felizes então fazer o que né ? Odeio Qyburn ! Ótima resenha Fê ,como sempre .Beijos .Boa Noite :)

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Princesa!

Realmente acho que vai ser mais chocante a traição da Shae na série, justamente porque humanizaram bastante a personagem, e acho que isso foi um tremendo acerto da série. E isso que muita gente não enxerga.
Repara, quando você assistir de novo, a cara da Missandei quando a Dany fala o nome do Grey Worm. É bem discreto, mas dá pra perceber a mudança de expressão nela. Não que vá acontecer algo, porque né?
Obrigada pelo comentário!

Beijos!