terça-feira, 9 de abril de 2013

GoT 03x2–Dark wings, dark words

 

ATENÇÃO! SPOILERS SE VOCÊ NÃO LEU OS LIVROS!

GoT 3

Bom, como sempre, não vou falar na ordem dos acontecimentos, mas conforme for me lembrando, OK?

Uma coisa que muita gente (quase todo mundo, really) estava esperando (e muitos caíram matando ano passado pela falta) foi os Reed. OK, OK, eles tinham que aparecer antes, mas, vem cá? Mudou alguma coisa na história? Winterfell ainda queimou, Bran e Rickon tiveram que fugir e eles se encontraram agora. Gente, entendam que se trata de uma adaptação, e que os produtores precisam fazer escolhas. Eles tem um orçamento para seguir, e Game of Thrones já é a série mais cara produzida pela HBO, e se fossem colocar todos os personagens, ia ser realmente “infilmável”.

Jon   Robb   Bran

Bom, desabafo à parte, Jojen não entra em cena logo. Primeiro vemos Bran em um de seus green dreams, andando pela floresta. E, caraca, como o Isaac cresceu! Eu tinha visto a cena da primeira temporada, com ele, Kit Harington e Richard Maddenlicious treinando com o arco no dia anterior, e ao ver a cena recriada aqui, seven hells, ele está quase do tamanho de Kit e Maddenlicious! Fiquei boquiaberta. E bem no final do sonho, aparece Jojen, com um sorrisinho metido…e Bran acorda. E como os lobos estão grandes também! Quando Ghost apareceu no primeiro episódio, não deu para ter uma ideia clara.

Bran   Jon   Robb

JojenAvança um pouquinho, e logo Jojen chega de verdade. E já deu para sacar o ar de última Bono de chocolate do garoto, não? Um pouco diferente do livro. Aqui ele é mais seguro de si, e eu acho que isso foi bom. Vamos convir que se o garoto tem os green dreams e sabe o que vai acontecer, ele pode se dar o direito de ser um pouquinho metido. E Thomas Brodie-Sangster (vish, nominho complicado) fez o papel muito bem. Levei um susto com a voz grave dele, mas gostei do resultado. E junto com ele, claro que vem Meera, na defensiva, como Osha. E já começa um climinha de rivalidade entre as duas. Sim, eu sei que no livro não é assim. Mas calma lá. Para nós, que lemos, faz todo o sentido que Meera, Jojen e Hodor fiquem com Bran enquanto Osha fica com Rickon. Mas vamos pensar em quem NÃO leu um minutinho. Chega lá na hora que eles tem que se separar, e daí que quem não leu vai ficar boiando querendo saber por quê. Eles tinham que criar um atrito para justificar a separação. E, pelo pouco que deu para ver de Meera, foi ótimo. Ellie Kendirck foi muito bem, mostrando que Meera sabe o que faz. A provocação de Osha, sobre ela ter que defender o irmão, foi bem colocada, uma pitadinha de humor, e como eu disse, serviu para mostrar a animosidade entre as duas. Gostei de como, igual à temporada passada, inventaram um transporte alternativo para Bran, porque Isaac não para de crescer. Só não ficou legal a declaração de bromance entre Jojen e Bran: eu fui atrás do mais importante: você. Menos, molecada, menos, já basta Stannis e Davos. Fala meio despropositada. E podia jurar que na hora que Jojen deixa Summer cheirar sua mão, o lobo ia levantar a perna e marcar o território Smiley de boca aberta.

Meera

Corta para Sam, ainda penando Além da Muralha, se arrastando e quase ficando para trás. Exatamente como no livro. Me partiu o coração ele falando para Edd (sniff, sniff) e Grenn que eles o abandonaram. E chama atenção Rast dizendo que não vai morrer por Sam,  (SPOILER) o que é exatamente o que acontece. Não sinto pena de Rast, principalmente porque eu tinha acabado de ver um episódio da primeira temporada em que Rast é especialmente ruim com Sam. Mas coloca as coisas em perspectiva. Inclusive com a declaração de Comandante Mormont proibindo Sam de morrer.

Jon 3x3Ainda Além da Muralha,mas agora com Snowy Goodness. E mais um cara que todo mundo estava ansioso para conhecer: Orell, que vai fazer as vezes de Varamyr também (de novo, contenção de gastos, people!). Achei bem legal ele warging, com o olho revirado e todo branco, como Storm. E eu não sei vocês, mas eu consegui ver as engrenagens rodando na cabeça de Jon quando explicam para ele o que é um warg, tipo: será que eu também sou um? Kit Harington fez bonito, assim como Mackenzie Crook (Orell) e Ciarán Hinds. E não podia deixar de ter um bullying básico de Ygritte: você não sabe o que é um warg? Como???? You know nothing, Jon Snow!!! Linda!

Orell

Mais ao sul, em Harrenhall, mais exatamente, Robb recebe a notícia da morte de seu avô. E aí, você que estava se contorcendo porque no livro ele não vai para Harrenhal (sério, não dava para adivinhar que isso ia acontecer?) descobre que eles deram um jeito de separar Robb e aquele verme Roose Bolton (morre logo, praga!), dizendo que enquanto ele vai para Riverrun, esta besta fica em Harrenhal. Pronto, problem solved. E também há a má notícia, da queda de Winterfell. Brilhante como na série eles fizeram direitinho, parecendo que Ramsay (você também, morre logo, praga! Já vou falar mais dele) chegou tarde e que viu Winterfell queimando. Nada do paradeiro de Bran e Rickon e o desespero de Catelyn (muito bem em cena, aliás. Falo mais dela daqui a pouco): nenhuma notícia de Theon? E corta para…

Theon 3x3Ai. AI! THEON! Daí você, Theon hater, vê que eu tinha razão em falar que ele não merecia o que vem por aí. E olha que na série, pelo menos por enquanto, deram uma amenizada na coisa. Ainda assim, cenas fortes. O grito dele, a corda apertando…doeu em mim. Alfie Allen, só para variar, dando show. E não convencendo ninguém naquela sala sobre os motivos de tomar Winterfell. O que faz todo o sentido, porque ele só começa mesmo a ter consciência de que é mais Stark que Greyjoy muito mais tarde. E não é que ali, bem quietinho, vemos Iwan Rheon (eita, outro nominho complicado. Não sei nem falar isso) como “boy”, mas nós que lemos o livro sabemos muito bem quem é. Não vou elaborar mais para não dar spoiler caso haja alguém aí que ainda não leu o quinto, mas adianto que vai dar muita, mas muita, raiva dele.

Voltando para Catelyn. Agora na estrada para Riverrun, lá está a outra praga Karstark buzinando no ouvido de Robb que ninguém gosta da Talisa, a vingança por seus filhos, mimimi. A mesma ladainha de sempre (de novo, morre logo,praga!). Robb nem aí, com jeito de cala a boca que ninguém te aguenta mais seu velho idiota, enquanto Talisa, meio desajeitada desmonta e senta perto de Catelyn, que está fazendo aquele enfeite para os deuses protegerem os filhos. Talisa, toda linda e solícita, se oferece para ajudar. Catelyn, delicada como um mamute, já dá uma patada na coitada. Ninguém pode acusar de Talisa de não tentar contentar a sogra, apesar de seu casamento ter sido uma tremenda irresponsabilidade. Bom, Catelyn tenta remediar explicando que só uma mãe pode fazer o tal negocinho. Talisa então pergunta se ela já havia feito algum uma vez, e a estrupícia diz que sim, duas vezes. Bom, uma vez a gente viu, enquanto Bran estava em coma. Mas daí vem a bomba: da outra vez, um dos meninos teve varíola, e quase morreu, etc, etc. Não sei vocês, mas daí eu já desconfiei o que ela ia falar, mas foi uma bomba do mesmo jeito: o garoto foi Jon Snowy Goodness. Dei um grito, assustando a minha pobre gata (ela sofre junto comigo quando assisto Smiley piscando). E depois ela choraminga que é sua culpa toda a tragédia que se abate sobre a sua família, por ela ter quebrado a promessa de que iria amar Jon como se fosse seu filho (prêmio mãe do ano para ela. Não me conformo como ela pode deixar seu filho pequeno e em coma para se meter no que não devia, e depois vem com essas). Bom, se isso te ajuda a dormir à noite, estrupícia. Sim, foi tudo culpa sua e da sua burrice, mas whatever works for you. Cena muito bem conduzida, tanto Oona Chaplin como Michelle Fairley muito bem. E eu sei que não está no livro, mas acho muito legal que tenham colocado o ponto de vista de Catelyn.

Cat prayer

Joffrey pradaVamos para King´s Landing e logo de cara já aparece Joffrey em seu momento de princesa, experimentando vestido, ops!, uma capa muito de “machu(cado)”. Na mesma sala está sua mommie dearest, Cersei, falando de política, e claro que o assunto Margaery vem à tona. Fica claro que apesar de toda a bajulação, Joffrey só se casa mesmo por obrigação (acho que ele nem é tão chegado assim, se vocês me entendem). Cersei perfeita fazendo a cabeça do filho, e Jack Gleeson,para variar, brilhando. E logo mais um show: Joffrey e Margaery. Lá está a besta sendo manipulada pela outra (hehe) quando chega Margaery toda linda e flutuante num vestido com um decote que era quase um abismo. E a besta nem sequer nota. Mas a garota não é boba, e manipula Joffrey direitinho, com o mesmo discurso que já havia utilizado com Renly: você é orei,pode fazer o que quiser. E daí, acrescentando motivos para ser o rei idiota e louco que todo mundo detesta, Joffrey declara que fará com que a homossexualidade seja crime. Mas a manipulação de Margaery dá certo e logo lá está ele ensinando a garota a usar a besta (a arma, não a humana). Chama a atenção o que Joffrey diz nessa hora. Quando pergunta se Joffrey acha que ela pode matar, Joffrey responde a Margaery: sim. (SPOILER) Ele nem sabe o quanto está certo. De novo, cena muito bem conduzida, e a química entre Jack Gleeson e Natalie Dormer é ótima.

Joff   Margaery 3x3

Ainda falando dela, uma cena que muita gente queria muito ver: o jantar de Sansa com a Rainha dos Espinhos. Uma palavra: MARAVILHOSA! Adorei a apresentação de Diana Rigg, que arrasou em cena, e apresentou a Rainha dos Espinhos perfeitamente. O mesmo senso de humor ácido e o jeito direto do livro. E Sophie Turner fantástica em cena, transmitindo habilmente todo o conflito da personagem: conta a verdade ou mente? E ela se atrapalhando, misturando as duas coisas foi sensacional. As três atrizes em cena brilharam. E pouco antes, Loras levando Sansa ao chá, mais uma ótima cena. Finn Jones totalmente no papel. Adorei a conversa dos dois, Sansa toda tolinha perguntado se ele se lembrava de dar a rosa vermelha para ela no Tornei da Mão, e ele: mas eu só tinha olhos para o Renly! Sensacional.

Queen of thorns

Antes de ir embora de King´s Landing, vale comentar a cena entre Shae e Tyrion. Peter Dinklage sempre magnífico e Sibel Kekilli linda como Shae. A cena entre eles, como sempre, fofa. (SPOILER) E chama a atenção para a introdução do motivo para a traição de Shae mais tarde. Já disse que gosto bem mais da Shae da série. Ele é mais profunda, e não é fútil como a do livro. E antes de você reclamar porque ela é diferente, vamos pensar um pouquinho em quem não leu os livros e não tem como saber que Shae é interesseira. Ela precisa de um motivo para trair o anão. E a atração de Tyrion por Sansa é um motivo tão bom quanto.(SPOILER) E ademais, o fato de ela realmente gostar dele na série só vai fazer com que a traição dela seja ainda maior, e vai dar muito mais raiva.

Enquanto isso, em algum lugar perdido de Westeros, Jaime e Brienne seguem em seu caminha até King´s Landing. E para variar, discutindo. No caso, sobre a sexualidade de Renly. Foi fofo Brienne defendendo Renly. E Jaime dizendo: não escolhemos quem amamos. Ele sabe disso melhor que ninguém. A química entre os dois é incrível também. Adoro como Nikolaj Coster-Wardau retrata Jaime. Perfeito. E Gwendoline Christie também encarna Brienne maravilhosamente. E o duelo dos dois no final? 10! Só para chegarem os malditos Bolton. Mas aí são cenas do próximo episódio Alegre.

Jaime   Brienne 3x3

E em algum outro lugar, Arya, Hot Pie e Gendry (suspiro) continuam seu caminho para lugar nenhum. Arya tomando o comando (já sabemos quem vai mandar em casa, certo?) e enfrentando todo mundo intempestivamente. Linda. Hot Pie sendo Hot Pie e Gendry meio que seguindo os passos de Arya. Mais uma vez, deu para notar que Maisie Williams deu uma espichada. E as interações entre ela e Joe Dempsie (agora nos créditos iniciais) são ótimas.(SPOILER) Fico com o coração apertadinho ao pensar que nessa temporada eles se separam. Anyways, de volta à cena. ela foi exatamente igual ao livro, com Anguy e Thoros chegando. Não deu para ver muito de Thoros, que é um personagem que eu estava muito ansiosa para ver. E acaba com eles encontrando o Cão, de novo, exatamente como no livro. Show de bola. Esperando muito ver Arya e o Cão.

Arya   Gendry   Hot Pie 3x3

O segundo episódio foi melhor que o primeiro, e passou muito rápido. Como eu disse antes, parece que eles estão dosando as emoções. E essa temporada promete muitas delas, então prepare seu coração que as coisas só tendem a esquentar.

11 comentários:

Nadia V. disse...

Oi, Fê.
Perfeitos os seus comentários, nem tenho o que acrescentar.
Minhas cenas preferidas foram a de Margaery e Joffrey e a de Sansa, Margaery e a Rainha dos Espinhos. Fantásticas! Também adorei a Diana Rigg no papel. Arrasou mesmo!
Arya e Brienne sempre lindas! Gostei das aparições delas. E também adoro o Jaime e a Shae da série.
Deu pra sentir que esta temporada promete!

Beijos.

Leandro Rodrigues disse...

Gostei muito do episódio, apesar de ter achado ele morno. Senti um clima introdutório como do primeiro. à partir de agora as coisas começarão a acontecer. Estou muito interessado no arco do Theon, pois ele vai sofrer, e MUITO...

Sei que o Ciarán Hinds é um senhor ator e que ele interpretou o Cesar magistralmente em Roma, mas ele não está me chamando atenção como Mance. Esperava mais, mas ainda temos oito episódios para ele me provar errado. Cade as falas do Tormund??

No mais, me amarrei em Jojen e Olenna, principalmente. Meera e Thoros merecem mais destaque nos próximos episódios. E que venha The Lightning Lord!

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi gente!

Nádia, essas também foram as minhas cenas preferidas. Antes eu achava que a Natalie Dormer não era apropriada para p papel, não por não ser boa atriz, que eu sei que ela é ótima, mas pela idade. Mas a cada episódio fica evidente que apesar de ser mais velha (ou por isso mesmo) ela foi uma escolha muito acertada. Adorei a Rainha dos Espinhos também, sensacional.

Leandro, eu também acho que foi mais morno, com clima de apresentação, mas achei melhor que o primeiro. E como eu disse, tem que dosar a emoção, porque grandes coisas ainda vem por aí. Concordo que Ciarán Hinds ainda não mostrou tudo de que é capaz, mas mesmo a aparição mais insignificante dele é ótima. Também gostei muito do Jojen e da Oleanna. E acho que Meera e Thoros ainda vão aparecer mais.

Beijos!

Vagner Fonseca disse...

Oi Fernanda,

Como eu já havia falado com você, gosto muito do seu site e dos reviews de filmes/séries. Como eu falei anteriormente a Catelyn Tully (Stark nunca será), mesmo quando tenta demonstrar ser um pouquinho humana e inteligente ela mostra que merece todo nosso desprezo... Estou gostando muito dessa temporada ela promete...
Abraços e continue assim. :-)

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Vagner!

Concordo, nunca que a Catelyn vai ser uma Stark, ela eh burra demais :) Por um segundo ela subiu no meu conceito, mas no segundo seguinte fala merda e caiu de novo...

Acho que a partir de agora os episódios vão ficar muito mais interessantes :)

Beijos!

Fe


Fefa Rodrigues disse...

Feeeeeee que saudades!!! Lembrei de vc semana passada, fiquei imaginando se vc foi no Lolapaloza!!! (sei lá como escreve. Obrigada pelo selo, estou rpeparando ele e o das fotografias hehehe... meio atrasadinha né!!!

Ainda não vi os episodios, vou esperar pra ver td nas minhs férias... ou quase tudo hehehe e quero ver Vikings tbm!!!!

mas ja vou me inteiriando aki!!!

drunkwookieblog disse...

Exatamente! episódio morno e introdutório...
Concordo com você Fernanda, a quimica Jaime e Brienne saiu das páginas dos livros e está viva na série!
O que nos trará esse 3º episódio?
estou ansioso!

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Verdade.

E não só deles, mas o elenco como um todo. Posso citar Jon/Ygritte, Arya/Gendry, Joffrey/Margaery...só para dizer alguns.

Beijos!

Lohaine disse...

Aii, eu quero tanto ver essa série e ler os livros. Só vejo as pessoas falando bem! Fora que, sempre que vejo as chamadas para a série na HBO, penso que deve ser uma superprodução!

Estou seguindo o blog! (:

Beijos,
http://cute-indeed.blogspot.com.br/

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Lohaine!

Assista sim, que é muito boa. E leia os livros, que são ainda melhores. Só um aviso: altamente viciante :)

Obrigada pelo comentário e seja muito bem vinda!

Fernanda

Priscila Nonato disse...

--------------Spoiler -------------
Será Iwan Rheon é mesmo Ramsay Snow ? Por que no livro é ele quem desgraça com a vida de Theon ! Não é ele que salva Theon ...